PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
 

 INTERCÂMBIO e CAMPO INTERNACIONAL  

 da JUVENTUDE

 

 

 

 

                                                      
 

O Intercâmbio e Campos Internacionais de Juventude, foram instituídos, pela Associação Internacional em 1961.

Portugal foi um dos primeiros Países a aderir a tão atraente Programa e logo em 1962, começou a receber e a enviar jovens, permutando experiências e culturas.

Com a finalidade de promover um dos Objectivos do Lionismo …” criar e fomentar um espírito de compreensão entre os povos da Terra “ o Programa dá ênfase ao valor de convívio diário no âmbito familiar e comunitário de outros Países. 

Durante 15 anos o Campo foi organizado pelo L.C. da Figueira da Foz. O Lions Clube de Faro que se orgulha de ter dado continuidade a esta importante actividade, organiza no Algarve há 14 anos consecutivos, o Campo Internacional da Juventude do DM-115.

 

De acordo com a divulgação feita, as inscrições terminam no fim de Março, podendo participar, anualmente, cerca de 20 jovens de ambos os sexos, dos 17 aos 21 anos. Não é necessário ser filho de Lion. 

Face ao elevado número de interessados em frequentar anualmente o Campo Português, a selecção nem sempre é fácil pois tem-se constatado que ”o Campo da Juventude, em Portugal, continua a figurar, em muitos Distritos Lionísticos do Mundo, como um "Campo a considerar".        

 

Dada a disponibilidade financeira e a limitação das instalações, têm sido seleccionados os jovens  -mais de 200 até ao momento, que representaram, ao longo dos anos, praticamente todos os Países da Europa Central e muitos de Leste, para além de Israel, Turquia, Japão, Paquistão, Estados Unidos da América, Canadá, México e Brasil.    

A filosofia do Programa Lionístico de Intercâmbio Juvenil é dar ao jovem visitante a oportunidade de viver uma nova cultura, como membro de uma família.  É muito importante referir que é a participação na vida familiar que diferencia este jovem de um simples turista.                      

     

Por isso, na primeira semana, os jovens são recebidos em casa de uma Família Anfitriã, a quem se presta reconhecimento pelo grande apoio a esta nossa iniciativa, tendo a oportunidade de conhecer de perto outros costumes e modos de vida para além de outras regiões do País.  Depois, nas duas últimas semanas, os jovens estão todos reunidos na Região do Algarve, cumprindo um programa comum. Visitam alguns locais de maior interesse, museus, parques de diversão e discotecas e frequentam diversas praias do Barlavento e do Sotavento 

Têm ainda a oportunidade de contactar com outros jovens de várias nacionalidades e de conhecer um pouca da realidade dos outros Países através da apresentação que todos os jovens têm que fazer do seu País. 

 

Para concluir, podemos afirmar que para os jovens que nos têm visitado, esta é sem duvida uma das mais significativas experiências nas suas vidas, pois fortes laços de amizade se formaram entretanto e ao regressarem aos seus lares, levaram na bagagem das suas memórias, uma imagem agradável do nosso País.