PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

                           

 

LIONS,

 

o que

 

fazem?  

             

Os Lions oferecem o seu tempo às causas humanitárias, com relevância maior na salvaguarda da Visão, quer através de múltiplas actividades locais, quer colaborando no programa internacional SightFirst e no Dia Mundial da Visão.

Esta acção realiza-se anualmente na segunda quinta-feira do mês de Outubro em parceria com agências da Organização das Nações Unidas e outras organizações oftalmológicas e filantrópicas, tendo por objectivo a sensibilização para a erradicação da cegueira evitável e reversível.                         

                 
 

Em 1990, com o objectivo de combater a cegueira evitável e reversível, os Lions lançaram o SightFirst  com um financiamento de 143 milhões de USD.

Este programa sem precedentes, para além dos Lions, reuniu peritos na prevenção da cegueira, organizações oftalmológicas,   filantrópicas, governos e já contribuiu para:

  • a realização de mais de 7,5 milhões de operações às cataratas,
  • a construção ou melhoramento de 213 hospitais oftalmológicos,
  • apoio ao tratamento e prevenção de mais de 80 milhões de casos de oncocercose,
  • melhoramento dos tratamentos oftalmológicos em 90 países.  

7.500.000

O número de operações à catarata realizadas através do programa SightFirst, devolvendo a visão a milhões de pessoas.

 

 

 

 

Mais recentemente, em 2005 foi lançada outra Campanha -  a SightFirst II para a obtenção de 150 milhões de USD para desenvolver a extraordinária obra do SightFirst.

De notar que no período de 2 anos, o montante obtido com esta Campanha ultrapassou os 200 milhões de USD...

      

 

Os Lions fazem ainda a recolha anual de mais de 30 milhões de pares de óculos usados, para depois os reciclar e distribuir por países em via de desenvolvimento.

Esta acção efectua-se durante todo o ano e particularmente em Maio, mês Lions da Reciclagem para a Visão.

No mundo, há 17 Centros Lionísticos de Reciclagem de Óculos:

- onze nos Estados Unidos e um na Austrália, Canadá, França, Itália, África do Sul e em Espanha.

400.000

O número de óculos reciclados por ano e num único centro - Centro Lions de Reciclagem – Westville State Correctional Center, EUA.

Até hoje, mais de 3.000.000 de óculos reciclados neste centro, foram distribuídos em todo o mundo.

              
 

Banco de Olhos Lionísticos

Este programa iniciou-se em 1984. Desde o dia 7 de Dezembro de 1905, após o primeiro transplante de córneas realizado pelo Dr. Zirn, que os Lions foram motivados para esta actividade.

Em 1944 o Banco de Olhos para Restauração da Visão em Nova York tornou-se o primeiro Banco de Olhos do mundo e o Lions Clube de Staten Island, em Nova York, continua a dar apoio a esse Instituto sem fins lucrativos.

Países onde há Bancos de Olhos Lions: Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, Hong-Kong, Índia, Itália, Japão, Nepal, Taiwan, Turquia, USA.

                                  
 

Os Lions promovem também campanhas de informação sobre a Diabetes, doença que afecta 422 milhões de pessoas no mundo - epidemia global crescente que deve afetar mais de 642 milhões de pessoas até 2040.

É uma doença metabólica caracterizada por um aumento anormal de glicose ou açúcar no sangue. Quando não tratada adequadamente causa o enfarte de coração, derrame cerebral, insuficiência renal, problemas visuais e cicatrização difícil.

      
 

Dois dos sete Programas de Serviço adoptados por Lions Clubs International  são: o Programa de Meio Ambiente o Serviço Comunitário, programa que foi aprovado oficialmente em outubro de 2000 para incentivar os clubes a celebrar a cultura por meio de festivais de arte, shows de talento, shows de música, corridas patrocinadas, eventos desportivos ou restauração de locais históricos.

 


Programa de Meio Ambiente do Lions - Adoptado oficialmente em 1972. Os Lions Clubes e distritos organizam projectos que preservem o ar, água e terra. Qualquer Lion pode inscrever uma fotografia do ambiente ao seu redor no Concurso de Fotografia do Meio Ambiente do Lions ao nível de clube.

 

Igualmente, têm programas para para a construção de casas para deficientes, campanhas de informação e ajuda para os Problemas Auditivos e principalmente através da LCIF – Fundação Internacional de Lions Clubes para o socorro internacional em caso de catástrofe.

      
 

De acordo com uma estimativa de um recente estudo efectuado por Lions Clubs, cada Lions Clube contribui por ano com USD 9.990 para causas caritativas, perfazendo um total anual de USD 450 milhões.

Todos os anos, os Lions trabalham e doam quase 76 milhões de horas, o equivalente ao trabalho a tempo inteiro de 36.500 pessoas.    

O Lions Clubs International é a maior organização mundial de Clubes de serviços voluntários, actuando através do envolvimento comunitário e cooperação internacional  com 1,350 milhão de sócios que trabalham juntos para responder às necessidades que desafiam as comunidades, e neste momento, agrupam-se em 46.000 Clubes espalhados por 210 países e regiões